FEMINICÍDIO - A PRÁTICA SOCIAL E O DIÁLOGO COM O JUDICIÁRIO

Sheila Farias Silva, Nivaldo dos Santos

Resumo


Estudos e pesquisas realizados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA, 2013), entre os anos de 2009 e 2011 demonstraram que independente da constante opressão e submissão feminina presentes na história, houve em todas as épocas movimentos de resistência e a busca por um espaço tanto na sociedade como na vida pública.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. R7. A cada hora e meia, uma mulher morre vítima de violência masculina no Brasil, diz IPEA. Dispõe sobre a violência contra mulher, parceiro ou ex-parceiro comete maioria dos crimes, metade das mortes é com arma de fogo, 20 out. 2013. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2018. BRITO, Auriney. Lei do Feminicídio: Entenda o que mudou. Dispõe sobre a mudança na lei do feminicídio. Jusbrasil, 10 nov. 2015. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2018.

CAVALCANTE, Márcio André Lopes. Comentários ao tipo penal do feminicídio (art. 121, § 2º, VI, do CP). Disponível em: . Acesso em: 12 maio 2018.

IPEA. Disponível em: Acesso em: 14 maio 2018.

LEI MARIA DA PENHA. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2018. LLOVATTE, Nathalia. Por que a lei do Feminicídio é uma conquista para as mulheres? 10 de jul de 2017. Dispõe sobre o que as feministas acreditam que lei pode disseminar debate sobre sociedade machista R7 Meu estilo. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2018. MAPA DA VIOLÊNCIA. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2018.

PASINATO, Wânia. “Femicídios” e as mortes de mulheres no Brasil. Cadernos Pagu. 2011. p. 219-46. Acesso em: 13 maio 2018. RADFORD, Jill; RUSSELL, Diana E. H. (Eds.). Femicide: The Politics of Woman Killing (PDF). New York: Twayne Publishers, 1992. 379 p. Acesso em: 12 maio 2018. YAROCHEWSKY, Leonardo Isaac. Feminicídio é retrocesso na busca pela igualdade e no combate à discriminação. Dispõe sobre a violência contra a mulher. Jusbrasil. 12 fev. 2015. Disponível em: . Acesso em: 14 maio 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.