A IMPORTÂNCIA DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO ÂMBITO DO COLÉGIO ESTADUAL JOSÉ BONIFÁCIO DA SILVA NO MUNICÍPIO DE APARECIDA DE GOIÂNIA

Terezinha Alves Bonaparte

Resumo


RESUMO: O estudo objetiva analisar o estímulo educacional, os desafios existentes com o uso das tecnologias enquanto ferramenta de aprendizagem, o papel do professor de geografia e os desafios que este enfrenta no modelo de ensino da educação do século XXI. Como recursos metodológicos para este estudo, unimos a pesquisa bibliográfica, fundamentada nas teorias dos autores Almeida (2013), Barros (2003), Bastos (2011), Cavalcanti (2002), Corrêa (2007), Freire (1984), Gomes (2015), Lacoste (1993), Macedo (2005), Toschi (2001), Veiga (1989) e dados analisados durante a pesquisa de campo. Estimular é um dos maiores desafios que o docente enfrenta na sala de aula, uma vez, pois este deve educar, ensinar, de fato promover o ensino aprendizagem, ele precisa saber atuar cautelosamente com a realidade do sistema educacional. Nesse contexto, aparecem as tecnologias e mídias como uma ferramenta de auxílio a aprendizagem, e diante dessa nova realidade o professor de geografia deve se atualizar e estar preparado para lidar com as novas tecnologias e utilizá-las a seu favor para que tornem as aulas mais contextualizadas de forma a aliar teoria e prática assegurando a aprendizagem de seus alunos.

PALAVRAS-CHAVE: Tecnologias e mídias. Educação. Processo de ensino aprendizagem.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Marcus Garcia de; FREITAS, Maria do Carmo Duarte. Virtualização das relações: um desafio da gestão escolar. Brasport, 2013. (Col. A Escola No Século XXI Vol. 3).

BARROS, D. M. V. Educação a distância e o universo do trabalho. Bauru: Edusc, 2003.

BASTOS, P. Almir. Revista Geografia: Pedagógica 2.0. Recursos didáticos e sua importância para as aulas de Geografia. p. 44-50. Ministério da Educação FNDE Periódicos. Editora Escala Nacional. 2011.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Lei Nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. DOU. Brasília, nº 248. 23/12/1996.

______.MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: MEC/SEMTEC, 1999.

CAVALCANTI, L. de S. Geografia e práticas de ensino. Goiânia: Alternativa, 2002.

CORRÊA, J. Sociedade da informação, globalização e educação a distância. São Paulo: SENAC, 2007.

COUTINHO, C. P. TPACK: em busca de um referencial teórico para formação de professores em tecnologia educativa. Revista Paidéi@. UNIMES Virtual, Santos, v. 2, n. º 4, jul. 2011. Disponível em: http://revistapaideia.unimesvirtual.com.br. Acesso em 18 maio. 2018.

DANTAS, Aleksandre Saraiva. Formação inicial do professor para o uso das tecnologias de comunicação e informação. Revista Holos, ano 21, maio/2005. Disponível em: Acesso em: 26 abr. 2018.

DE PABLOS, J. P. Visões e conceitos sobre a tecnologia educacional. In: SANCHO, J. M. (Org.). Para uma tecnologia educacional. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

FREIRE, Paulo. A máquina está a serviço de quem? Revista BITS, p.6, maio de 1984a.

GOMES, Margarita Victoria. Círculo de cultura Paulo Freire: arte, mídia e educação. São Paulo, SP: Fundação Memorial da América Latina, 2015.

GONNET, J. Educação e mídias. São Paulo: Loyola, 2004.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 7. Ed. São Paulo: Cortez, 2010.

LACOSTE, Y. Geografia: isso serve em primeiro lugar para fazer a guerra. 3. ed. Campinas: Papirus, 1993.

LÉVY, P. As tecnologias da inteligência: O futuro do pensamento na era da informática. Rio de Janeiro, RJ: Editora 34, 1993.

MACEDO, E. F. de. Novas Tecnologias e Currículo. In: MOREIRA, A. F. B. (Org.). Currículo: questões atuais. Campinas: Papirus, 2005, p. 39-58.

MATUS, Carlos. Política, planejamento e governo. Brasília. Editora IPEA, 1993.

MCLUHAN, Marshall. The Medium and the Light. Eric McLuhan ed. and Intro. Toronto: Stoddart Publishing, 1999.

MERCADO, Luís Paulo Leopoldo. Formação docente e novas tecnologias. Anais do IV Congresso Ibero-americano de Informática na Educação, Brasília, Distrito Federal, 1998. Disponível em: Acesso em: 20 abr. 2018.

MISHRA, P.; KOEHLER, M. J. Technological pedagogical content knowledge: a framework for teacher knowledge. Teachers College Record, Chicago, v. 108, n. º 6, p. 1017-1054, june 2006.

MOURA, Jeferson José Ribeiro de. Educação e Mídia: propostas para trabalhar Educomunicação. Pernambuco, PE: Editora Instituto Santa Teresa, 2014.

MORAN, José Manuel. Novas tecnologias e o reencantamento do mundo. Revista Tecnologia Educacional. Rio de Janeiro, vol. 23, n2 .126, set. / out. 1995.

MORAN, José Manuel; MAETTO, Marcos T.; BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. São Paulo: Papirus 2000.

MRECH, L. M. Educação inclusiva: Realidade ou utopia? Mesa Redonda do LIDE - USP, São Paulo, abril 1999.

NOOR-UL-AMIN, S. An Effective use of ICT for Education and Learning by Drawing on Worldwide Knowledge, Research, and Experience: ICT as a Change Agent for Education. Scholarly Journal of Education, v. 2, n. 4, p. 38-45, abril de 2013.

Núcleo de Informação e coordenação do Ponto BR Educação e tecnologias no Brasil [livro eletrônico]: Um estudo de caso longitudinal sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação em 12 escolas públicas. 1. ed. - São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2016.

PLOMP, T. et al. SITES2006 — International comparative survey of pedagogical practices and ICT in education. Educ. and Infor. Technol. v. 12, n. 2, p. 83- 92, 2007.

SAMPAIO, P. A. S. R.; COUTINHO, C. P. Formação continua de professores: integração das TIC. Revista da Faculdade em Educação, São Paulo – SP, ano 9, n. º 15, p. 139-151, jan./ jun. 2011.

______. Avaliação do TPACK nas atividades de ensino e aprendizagem: um contributo para o estado da arte. Revista EducaOnline, Rio de Janeiro – RJ, v. 6, n. º 3, p. 39-55, set. /dez. 2012.

SARAIVA, Terezinha. Educação a distância no Brasil: ligações da história. In: Em aberto, Brasília, DF, ano 16, n. 70, p. 17-27, abr./jun.1996.

SOARES, Ismar de Oliveira; VIANA, Claudemir Edson; XAVIER, Jurema Brasil. Educomunicação e alfabetização midiática: conceitos, práticas e interlocuções. São Paulo, SP: ABPEducom, 2016.

SOUSA, Robson Pequeno de; MOITA, Filomena da M. C. da S. C.; CARVALHO, Ana Beatriz Gomes. Tecnologias digitais na educação. Campina Grande, PB: EDUEPB, 2011.

TAROUCO, Liane Margarida Rockenbach; ABREU, Cristiane de Souza. Mídias na educação: a pedagogia e a tecnologia subjacentes. Porto Alegre, RS: Editora Evangraf/ Criação Humana, UFRGS, 2017.

TOSCHI. M. S. TV escola: o lugar dos professores na política de formação docente. In: BARRETO, R. G.; PRETTO, N. L. et al. (org.). Tecnologias educacionais e educação a distância. Rio de Janeiro: Quart, 2001. p. 85-104.

VEIGA, Ilma P.A. A pratica pedagógica do professor de didática. Campinas, Papirus, 1989.

VIEIRA, Fátima; RESTIVO, Maria Teresa. Novas tecnologias e educação: Ensinar a aprender, aprender a ensinar. Porto: Biblioteca Digital da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.