PROPOSIÇÃO DE MODELO DAS ROTINAS DE TRABALHO DE ESCRITÓRIO CONTÁBIL: Um estudo no escritório Meta Contabilidade

Dayanne Ferreira de Souza, Ildinaide Gonçalves Alves, Valdeci José Caetano

Resumo


O presente artigo apresenta uma proposição de modelo das rotinas de trabalho de escritório contábil, um estudo no escritório Meta Contabilidade, questionaram-se as atividades executadas pelo escritório, se estavam de acordo com a proposta da literatura. Fez-se necessário para a construção e elaboração do artigo classificar os objetivos. Objetivou-se verificar a gestão do profissional contábil, o funcionamento satisfatório das atividades de trabalhos realizados nos departamentos do escritório de contabilidade, no processo introdutório, de preparação, desenvolvimento e conclusão dos serviços prestados. Utilizou-se da pesquisa exploratória e da pesquisa descritiva. Buscou-se conhecer o universo da empresa, desenvolvendo, esclarecendo e modificando conceitos e ideias. Descreveram-se os processos existentes no local da pesquisa, pelas investigações e coleta de dados junto aos funcionários da organização. Concluiu-se que algumas atividades não eram executadas de acordo a literatura, sobrecarregando um departamento específico, agregando funções que não eram preconizadas à recepção e ocasionando acúmulo de atividades, possíveis erros e estresse entre os colaboradores. Assim, sugeriu-se para o contador/diretor da Meta Contabilidade passe a se preocupar com sua gestão, atentando-se ao ciclo de planejar, organizar, dirigir e controlar os processos e/ou atividades de seu escritório. 

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, S. Cliente eu não vivo sem você. Salvador: Casa da qualidade, 1995.

ANDRADE, Maria Margarida de. Como preparar trabalhos para cursos de pós-graduação: noções práticas. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

BARBULHO, Euclydes. Excelência na Prestação de Serviços. São Paulo: Madras Editora Ltda., 2001.

BARROS, Aidil Jesus da Silveira; LEHFELD, Neide Aparecida de Souza. Fundamentos de Metodologia Científica. 3. ed. São Paulo: Prentice‐Hall, 2007.

BRIMSON, James A. Contabilidade por atividade: uma abordagem de custeio baseado em atividades. Tradução Antônio T. G. Carneiro, São Paulo: Atlas, 1996.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. 7. Ed. 2003. Rio de Janeiro.

FIGUEIREDO Sandra, e FABRI, Ernesto Pedro. Gestão de empresas contábeis. São Paulo: Atlas, 2000.

FLORIANE, Danielle. Rotinas Contábeis 2006. Disponível em:. Acesso em 15 de mar. 2017.

FONSECA Camila, e SIQUEIRA Lorena. Motivação e qualidade de vida no trabalho de escritórios de contabilidade: Percepção dos alunos de ciências contábeis do UNILESTE. 2016. 52 f. Monografia (Bacharelado em Ciências Contábeis) Centro Universitário do Leste de Minas Gerais- UNILETE, Coronel Fabriciano- MG, 2016.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

FUTIDA, Honorio Tadayoso, ROSA, José Antônio. Administração da empresa contábil. Gerência e operações. São Paulo: IOB Thomson, 2005.

GARVIN, D. A. Gerenciando a qualidade: a visão estratégica e competitiva. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002. xvi, 357 p.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1995.

_____. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1999.

_____. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2010.

IUDÍCIBUS, Sérgio de. Teoria da contabilidade. São Paulo: Atlas, 2000.

KALKMANN, Geraldo Luiz. Qualidade necessária para empresas de serviços contábeis: como conquistar um selo de qualidade. Itajaí: Editora e Gráfica Berger, 2002.

KOTLER, P. A. Administração de Marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 5.ª ed. São Paulo: Atlas, 1998. 596 p.

MARION, J. C.; ROSA, J. A. Marketing do escritório contábil. São Paulo: IOB-Thomson, 2004.

MARION, J. C. Contabilidade Empresarial. 12. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

MARTINS, Gilberto da Andrade. Estudo de caso: uma estratégia de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2006.

MCGRIFFE, Michelle. O papel da recepcionista em um departamento 2014. Disponível em:. Acesso em 17 de fev. 2017.

NAKAGAWA, Masayuki. ABC Custeio Baseado em Atividades. São Paulo: Atlas.1997.

PADOVEZE, Clóvis Luis. Manual da Contabilidade básica: uma introdução a prática contábil. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

PALADINI, Edson Pacheco. Gestão da Qualidade: Teoria e Prática. São Paulo: Atlas, 2000.

SÁ, Antônio Lopes de. Fundamentos da contabilidade geral. Curitiba: Juruá, 2005.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 21ª Ed. São Paulo: Cortez e Moraes, 2002.

SILVA, R. O. Teoria da Administração. São Paulo: Pioneira, 2001.

THOMÉ, Irineu. Empresas de Serviços Contábeis: Estrutura e Funcionamento. São Paulo: Atlas, 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.