DIFICULDADES ENFRENTADAS POR CRIANÇAS E ADOLESCENTES DURANTE A SEPARAÇÃO DOS PAIS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA | Guarda | Psicologias em Movimento

DIFICULDADES ENFRENTADAS POR CRIANÇAS E ADOLESCENTES DURANTE A SEPARAÇÃO DOS PAIS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Cleide Neves Guarda, Alexandre Castelo Branco Herênio, Ariana Lúcia Alves Carvalho

Resumo


Este estudo teve por objetivo explorar os impactos causados pelo processo de separação dos pais na vida das crianças. Portanto, pretende-se integrar as informações da literatura confrontando e correlacionando conceitos e visões de autores sobre o termo família; sociedade tradicional e sociedade moderna na visão do casamento; modelos estruturais de família e a importância do vínculo familiar para o desenvolvimento da criança, assim como, salientar as reações comportamentais e emocionais mais comuns presentes em filhos de casais que se encontram em separação ou já divorciados. Compreender as consequências dessa ruptura familiar na formação psicológica e emocional é essencial para o desenvolvimento e a educação dos filhos, uma vez que literatura sustente diversas argumentações em que é possível desmistificar estereótipos de crianças “eternamente infelizes” e que o divórcio seja algo “insuperável” por parte destes. Concluímos que os reflexos do divórcio implícitos na sociedade tende a divergir opiniões em que mesmo diante de uma difícil decisão de separação o divórcio também pode ser uma decisão assertiva, capaz de resguardar os filhos das disfunções familiares, dando-lhes a oportunidade de seguir o seu caminho sem consequências permanentes. Por outro lado, a literatura também reforça que o divórcio, contexto a qual a criança está inserida, permeia-se de dores e angústias muitas vezes causadas pelo comportamento de seus genitores/cuidadores que dificultam o processo de adaptação. Palavras-chave: Casamento; Divórcio; Família; Desenvolvimento Infantil; Impactos Emocionais e Psicológicos.

Texto completo:

PDF

Referências


BRITO, Leila Maria Torraca de; CARDOSO, Andréia Ribeiro; OLIVEIRA, Juliane Dominoni Gomes de. Debates entre pais e mães divorciados: um trabalho com grupos. Psicol. Cienc. prof. [online]. 2010, vol.30, n.4, pp.810-823. ISSN 1414-9893. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1414- 98932010000400011. Acesso em: 14 de abr. 2021.

CARVALHO, Fernanda Cristina Gomes de; PAIVA, Maria Lucia de Souza Campos. O olhar de três gerações de mulheres a respeito do casamento. Bol. psicol, São Paulo, v. 59, n. 131, p. 223- 235, dez. 2009. Disponível em:http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S00065943200900020000

&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 29 de ago. 2021.

MALUF, Adriana Caldas do Rego Freitas Dabus. Novas modalidades de família na pós- modernidade. 2010. Tese (Doutorado em Direito Civil) - Faculdade de Direito, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: doi:10.11606/T.2.2010.tde31012011-154418. Acesso em: 14 de abr. 2021.

MARTINS, Ana Isabel Rodrigues. Impacto do divórcio parental no comportamento dos filhos. Factores que contribuem para uma melhor adaptação. Implicações Médico-legais. Tese de Mestrado. (2010). Porto. Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. ICBAS. Disponível em: Disponível em:

ttps://repositorioaberto.up.pt/handle/10216/26364. Acesso em: 14 de abr. 2021

NETO, Álvaro de Oliveira; QUEIROZ, Maria Emília Miranda de; CALÇADA, Andreia. Alienação parental e família contemporânea: um estudo psicossocial. Coordenação: Maria Quitéria Lustosa e Sousa. Recife: FBV, Devry,2015.

Disponível em: http://crianca.mppr.mp.br/arquivos/File/publi/alienacao_parental/alienacao_parental_e_fa milia_conte mporanea_vol2.pdf. Acesso em: 14 de abr. 2021

OLIVEIRA, Fábio Seabra. O divórcio. Evolução histórica e controvérsias do divórcio. São Paulo, 2014. Disponível em: https://jus.com.br/artigos/35132/o-divorcio. Acesso em:

de ago.2021.

Portal Educação. Como a criança era vista e tratada desde a época medieval até o século XX?. São Paulo, 2020?.

Disponível em: https://siteantigo.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/educacao/como-a-crianca-eravistae tratada-desde-a-epoca-medieva-ate-o-seculo-xx/26547. Acesso em: 31 de Ago. 2021

RAPOSO, Hélder Silva; FIGUEIREDO, Barbara Fernandes de Carvalho; LAMELA, Diogo Jorge Pereira do Vale; NUNES-COSTA, Rui Alexandre; CASTRO, Maria Conceição; PREGO, Joana. Ajustamento da Criança à separação ou divórcio dos pais. Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo) [online]. 2011, v. 38, n. 1. pp. 29-33.

Disponível em:

>. Epub 14 Abr 2011. ISSN 1806-938X.

https://doi.org/10.1590/S0101-

Acesso em: 29 de set. 2021.

SILVA, Nancy Capretz Batista da; NUNES, Célia Cristina; BETTI, Michelle Cristine Mazzeto; RIOS, Karyne de Souza Augusto. Variáveis da família e seu impacto sobre o desenvolvimento infantil. Temas psicol. [online]. 2008, vol.16, n.2, pp. 215-229. ISSN

-389X. Disponível em:

http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X2008000200006.

Acesso em: 14 de abr. 2021.

SOUSA, Angélica Silva de; OLIVEIRA, Guilherme Saramago de; ALVES, Laís Hilário. A Pesquisa Bibliográfica: Princípios e Fundamento. Cadernos da Fucamp, v.20, n.43, p.64-83/2021. Disponível em:

http://www.fucamp.edu.br/editora/index.php/cadernos/article/view/2336 Acesso em: 29 de set. 2021


Apontamentos

  • Não há apontamentos.