ENEAGRAMA: a contribuição desta ferramenta para a atuação dos líderes nas empresas

Tânia Maria Rezende Carvalho, Thaylla Maria Sirqueira da Silva Moreira

Resumo


O uso do eneagrama na gestão pela liderança nas organizações é o tema desse trabalho, cujo objetivo é colaborar com as empresas para que por meio dessa ferramenta possam escolher, desenvolver e capacitar seus líderes de acordo com sua personalidade. O objetivo do eneagrama como ferramenta na liderança é fazer com que o líder desenvolva o trabalho de autoconhecimento, com o intuito de compreender a diferença entre sua visão de mundo e a de liderança, mas também a visão dos seus liderados, entendendo a origem de conflitos e as possibilidades de sinergia. A metodologia aplicada foi a pesquisa bibliográfica, com estudo, análise e leitura dos textos que abordam os temas da liderança e do eneagrama. Os resultados da investigação apontam que o líder deve alinhar os objetivos da organização com sua equipe e conhecer um pouco sobre cada um de seus subordinados e, também, dos outros líderes da organização para que o resultado final seja concretizado com sucesso e atenda às necessidades da empresa. Os resultados da investigação mostram que o eneagrama é uma ferramenta de desenvolvimento pessoal e organizacional que descreve nove tipos de personalidades, que visa agregar valor a empresa e aos colaboradores.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, Maria Aparecida Ferreira. Psicologia aplicada à Administração – Uma abordagem interdisciplinar. São Paulo: Editora Saraiva, 2005.

CHIAVENATO, Idalberto – Comportamento Organizacional: a dinâmica do sucesso das organizações. 2.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

CURSINO, Nicolai. Eneagrama para líderes – Autoconhecimento e maturidade para o desenvolvimento de sua liderança. Rio de Janeiro: Editora Qualitymark, 2015.

HUBNER, Roberto Alves Banaco; VERMES, Joana Singer; ZAMIGNANI, Denis Roberto; MARTONE, Ricardo Corrêa; KOVAC, Roberta. Fundamentos de Psicologia – Temas clássicos da psicologia sob a ótica da análise do comportamento. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2012.

KOTTER, John. Liderando mudanças. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

MAXIMIANO, Antônio Cesar Amaru. Teoria Geral da Administração. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2010.

PALMER, Helen. Eneagrama: compreender-se a si mesmo e aos outros em sua vida. 2.ed. São Paulo: Paulinas, 1993.

ROBBINS, Stephen. Administração: mudanças e perspectivas. São Paulo: Editora Saraiva, 2002.

STONER, James A. F. Administração. Rio de Janeiro: LTC – Livros Técnicos e Científicos Editora, 1999.

UHLMANN, Gunter Wilhelm. Administração: das teorias administrativas à administração aplicada e contemporânea. São Paulo: FTD S/A, 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.