O ASSÉDIO MORAL: Um estudo de caso de mulheres em uma organização privada

Alexandre de Carvalho Costa, Hélcia Daniel da Silva, Lays Laury de Oliveira

Resumo


Este artigo tem como foco principal analisar os efeitos e as consequências do assédio moral causado em mulheres da área de vendas, de uma organização privada do ramo de distribuição de produtos alimentícios. Como objetivo específico é apresentado a identificação e descrição dos perfis das vítimas e de seus agressores. O questionário utilizado demonstra o motivo do adoecimento físico e emocional de mulheres que sofreram essa manifestação. Através das análises realizadas é possível identificar medidas e atitudes para diminuir e até extinguir os possíveis casos de assédio.  A exposição no local de trabalho é um dos fatores que contribuem para esse tipo de situação, as mulheres são as principais vítimas deste mal e consequentemente o objeto de estudo deste artigo.

Referências


BARBOSA, R.; LABRONICI, L.M.; SARQUIS, L.M.M.; MANTOVANI, M.F. Violência psicológica na prática profissional da enfermeira. Rev. Esc. Enferm. USP, São Paulo, v.45, n.1, p.26-32, 2011.

BARRETO, Margarida Maria Silveira. Uma jornada de humilhações. 2000. 96 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo: PUC-SP, 2000.

BRASIL. Decreto-Lei 2.848, de 07 de dezembro de 1940. Código Penal. Diário Oficial da União. Rio de Janeiro, 31 dez. 1940.

BRASIL. Gênero e diversidade na escola: formação de professoras/es em gênero, sexualidade, orientação sexual e relações étnico-raciais

Livro de conteúdo. Versão 2009. – Rio de Janeiro: CEPESC; Brasília: SPM, 2009. 265p.

BOTÃO, Maria Alice. Assédio sexual no local de trabalho. Lisboa: Comissão da Condição Feminina, 1989.

CAPELARI, Luciana Santos Trindade. O assédio moral no trabalho e a responsabilidade da empresa pelos danos causados ao empregado . In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XII, n. 71, dez 2009. Disponível em: . Acesso em jan 2016.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS BANCÁRIOS. Assédio Sexual no Trabalho.São Paulo, 2000. 19 p.

CUNHA, Elisete Maria. Assédio sexual no trabalho. 2011. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso ( Especialização em Direito do Trabalho) – Curso de Direito do Trabalho, Universidade Cândido Mendes, Florianópolis, 2011.

DANIEL, Hélcia Silva. O Assédio moral em uma organização pública: uma leitura da clínica psicodinâmica do trabalho. 2015. 410f. Tese (Doutorado). – Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia: PUCGO, 2015.

DIONÍSIO, S. D. Violência no trabalho: assédio moral e sexual. Revista do Tribunal Regional do Trabalho 15ª Região, Campinas, n.37, p. 29- 40, 2010.

FILHO, António, Assédio moral e gestão de pessoas: uma análise do assédio moral no trabalho e o papel da área de gestão de pessoas. 2007. Dissertação (Mestrado em Administração)-Universidade de Brasília, Brasília: UNB, 2000.

FREITAS, M. E. Assédio moral e assédio sexual: faces do poder perverso nas organizações. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v.41, n.2, p.8-19, 2001.

FREITAS, M.E.; HELOANI, R.; BARRETO, M. Assédio moral no trabalho. Psicologia Política, São Paulo, v.8, n.15, p.179 – 182, 2008.

GARRIDO, Vicente. Amores que matam. Assédio e violência contra as mulheres. Lisboa: Pricipia, 2001.

HIRIGOYEN, Marie-France. Assedio Moral: a violência perversa do cotidiano. 4 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

HIRIGOYEN, M. F. Assédio Moral: a violência perversa do cotidiano. Tradução de Rejane Janowitzer. 3 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

HIRIGOYEN, Marie France. Assédio Moral: a violência perversa do cotidiano. 8 ed. Rio de Janeiro: : Bertrand Brasil, 2006.

HIRIGOYEN, Marie-France. Assédio, coacção e violência do quotidiano. Lisboa: Pergaminho,1999.

LEYMANN, H. Contenido y DesarrollodelAcoso Grupal/moral (“Mobbing”) enelTrabajo. EuropeanJournalofWorkandOrganizationalPsychology, 5(2), 165-184, 1996.

MICHEL, Maria Helena . Metodologia em pesquisa científica em Ciências Sociais Editora Atlas S. A. São Paulo, 2005

PELEGRINI, J. ; MARTINS, S. N. A história da mulher no trabalho: da submissão às competências um resgate histórico e as gestoras lajeadenses neste contexto. Revista Destaque Acadêmico, Lajeados, v.2, n.2, p.57-66, 2010.

PINA, Belício Marcelino (2009). Assédio Moral e Sexual nas Relações de trabalho: Os fatores que potenciam o assédio moral e sexual nas relações de trabalho e as atitudes das pessoas perante tal fenômeno. Disponível em http://bdigital.unipiaget.cv:8080/jspui/bitstream/10964/54/1/Belicio%20Marcelino%20de%20Pina.pdf consultado em setembro 2015.

PINTO, Rafael Morais Carvalho. Assédio moral no ambiente de trabalho e a política empresarial de metas. 2011. 161 f. Trabalho de Dissertação ( Pós-Graduação em Direito) – Curso de Direito do Trabalho, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011.

PRATA, M. R. M. S. Anatomia do assédio moral no trabalho: uma abordagem transdisciplinar. São Paulo: LTr, 2008.

PROBST, Elisiana Renata. A evolução da mulher no mercado de trabalho. Instituto Catarinense de Pós-Graduação, Santa Catarina, 02 set. 2015. Instituto Catarinense de Pós-Graduação, p.8.

QUIVY, Raymond; COMPENHENHOUDT, Luc Van. Manual de investigação em ciências sociais. Lisboa: Gradiva, 34 p. 2 ed.

RAGO, Margareth. Trabalho feminino e Sexualidade. In. Mary Del Priore (Org.); BASSANEZI, Carla (Coord. de textos). História das mulheres do Brasil. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2000.

REZENDE, L. O. (2008). Revisitando os elementos estruturais do assédio moral: um caminho metodológico necessário para a correta compreensão do tema no âmbito jurídico. In L.A. Soboll (Ed.), Violência psicológica no trabalho e assédio moral.

REZENDE, RayaneVichieti; DIAS, Aline da Silva. A busca da mulher pela igualdade entre os sexos no mercado de trabalho. Disponível em http://intertemas.unitoledo.br/revista/index.php/ETIC/article/viewFile/1612/1536 consultado em setembro de 2015.

SCHMIDT, M. H. F. M. O assédio moral no Direito do Trabalho. Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, Curitiba, n.47, p.177-227, 2002.

SILVA, S. C. A.; BITTAR, C. M. L. O assédio moral no trabalho e a vulnerabilidade feminina. Revista Cesumar Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Maringá, v.17, n.1, p.301-322, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.