INDICADORES DE QUALIDADE EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL: sob a óptica da segurança do trabalhador

Sheylla Pereira da Silva, Welligton Matheus Gomes Lima, Daniella da Silva Porto Cavalcanti, Ludimila Cristina Souza Silva

Resumo


RESUMO: O objetivo deste estudo foi analisar os indicadores de qualidade em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal sob a óptica da segurança do trabalhador. Trata-se de um estudo observacional e analítico, realizado em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de uma instituição de grande porte do município de Goiânia-Go. Este estudo foi aprovado em Comitê de Ética e Pesquisa sob o parecer nº 1.447.390. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas e registrados em um formulário tipo checklist, estruturado com base nos indicadores de estrutura, processo e resultado. A análise dos dados foi realizada através de estatística simples. Foram entrevistados 22 profissionais de enfermagem. Quanto ao nível de escolaridade 17(77%) possuíam o ensino médio completo. Quanto ao tempo de atuação prevaleceram profissionais com mais de dez anos de atuação. Quanto as condições relacionadas ao sistema de ventilação  22(100) relataram ser inadequado.  Quanto ao repouso a maioria dos profissionais consideraram as condições adequadas. Observou-se também que os profissionais entrevistados apresentaram déficit de conhecimento quanto a categorização dos indicadores de estrutura e processo. Diante disso é necessário reestruturar o modelo assistencial, promovendo um ambiente em conformidade com os princípios de segurança, capaz de promover a melhoria da qualidade das ações dos serviços prestados e assim garantir a satisfação do trabalhador e do usuário.

 

Palavras- chave: Indicadores; Qualidade; Profissional de Saúde; Assistência.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.