AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIMUTAGÊNICO E MUTAGÊNICO DO NANOVETOR VITAMINA C EM CELULAS MERISTEMATICAS DE RAIZ DE Allium cepa

Mariana Petit Teófilo de Araújo, Gabriela Rodrigues de Sousa, Guilherme Alves Ferreira, Hellen Karine Paes Porto, Mônica de Oliveira Santos, Verônica Passos Cordeiro de Oliveira, Aroldo Vieira de Moraes Filho

Resumo


 A vitamina C, ácido ascórbico, é importante por exercer múltiplas funções metabólicas de oxi-redução. Apesar da importância, o ácido ascórbico é instável, por isso, na cosmetologia, utiliza-se a técnica de encapsulamento de substâncias ativas através da nanotecnologia. Nanotecnologia é uma ciência multidisciplinar que altera as propriedades de um material para a escala nanométrica pela combinação de diversos fatores para que objetos com dimensões pequenas tenham efeitos quânticos que se manifestem de maneira mais evidente; observa-se que quanto menor for o tamanho da amostra, maior será os efeitos na superfície, pelo   aumento da proporção entre a sua área e seu volume. Os princípios da nanotecnologia foram introduzidos na cosmética há alguns anos e o nanoencapsulamento de ingredientes ativos é promissor por potencializar o cosmético comum, por: aumentar a estabilidade físico-química do produto durante seu prazo de validade no mercado; promover a melhoria da aplicação tátil-sensorial; apresenta liberação controlada; direcionamento para locais específicos; promoção da penetração cutânea; eficácia comprovada no curto prazo. Contudo, no presente estudo houveram reações inesperadas dessa vitamina através da avaliação do potencial anti mutagênico e mutagênico do Nanovetor Vitamina C em células meristemáticas de raiz de Allium cepa. Conclui-se que apesar de ser antioxidante ela foi genotóxica na maior concentração testada (20%/L).

 

Palavra-chave: Nanopartícula de Vitamina C. Aberrações Cromossômicas. Genotoxicidade

Texto completo:

PDF

Referências


ALVAREZ-ROMÁN, R.; NAIK, A.; KAILA, Y. N.; GUY, R. H.; FESSI, H. Skin penetration and distribution of polymeric nanoparticles. Journal of Controlled Release, v. 99, p. 53-62, 2004.

ARRANZ, N.; HAZA, A.I.; GARCIA, A.; DELGADO, M.E.; RAFTER, J.; MORALES, P. Inhibition by vitamin C of apoptosis induced by N -nitrosamines in HepG2 and HL-60 cells. Article in Journal of Applied Toxicology 28(6):788-96, 2008 with 17 Reads. DOI: 10.1002/jat.1340, 2008.

ASPLUND, K.; JANSSON, P.J.; LINDQVIST, C.; NORDSTROM, T. Measurement of ascorbic acid (Vitamin C) induced hydroxyl radical generation in household drinking water. Free Rad. Res. 36: 1271–1276, 2002.

BARIL, M. B; FRANCO, G. F; VIANA, R. S; ZANIN, S. M. W. Nanotecnologia Aplicada aos Cosméticos. Visão Acadêmica, Curitiba, v.13, n.1 - ISSN 1518-5192, 2012.

BRAM, S.; FROUSSARD, P.; GUICHARD, M. Ascorbic acid preferential toxicity for malignant melanoma cells. Nature 284: 629–631, 1980.

BUONOCORE, G.; PERRONE, S.; TATARANNO, M.L. Oxygen toxicity: chemistry and biology of reactive oxygen species. Department of Pediatrics, Obstetrics and Reproductive Medicine, University of Siena, Policlinico Santa Maria alle Scotte, V. le Bracci 36, 53100 Siena, Italy. 2010.

CANAVEZ, M. J. M. O uso da nanotecnologia nas empresas: Um estudo de caso no setor cosmético. Universidade Federal de Paraná. Curitiba, 2011.

CLEMENT, M.V.; RAMALINGAM, J.; LONG, L.H.; HALLIWELL, B. 2001. The in vitro cytotoxicity of ascorbate depends on the culture medium used to perform the assay and involves hydrogen peroxide. Antioxid. Redox Signal. 3: 157–163, 2001.

CUCHIARA, C. C.; BORGES, C. S.; BOBROWSKI, V.L. Sistema teste de Allium cepa como bioindicador da citogenotoxicidade de cursos d'água. Tecnologia Ciência Agropecuária, v. 6, n. 1, p. 33-38, 2012.

DAUDT, R. M.; EMANUELLI, J.; KÜLKAMP-GUERREIRO, I. C.; POHLMANN, A. R.; GUTERRES, S. S. A nanotecnologia como estratégia para o desenvolvimento de cosméticos. Cienc. Cult. Vol.65, n.3, pp. 28-31. ISSN 0009-6725, 2013.

DIAS, M. G. Efeito genotóxico e antiproliferativo de Mikania cordifolia (LF) Willd. (Asteraceae) sobre o ciclo celular de Allium cepa L. Revista brasileira plantas medicinais, v. 16, n. 2, p. 202-208, 2014.

DURÁN, N.; MATTOSO, L. H. C.; MORAIS, P. C. Nanotecnologia: introdução, preparação e caracterização de nanomateriais e exemplos de aplicação. 1 ed. São Paulo: Artilier, 2006.

DUTRA, F. N. O tratamento jurídico dos riscos produzidos por cosméticos baseados em materiais nanoestruturados. Disponível em: < http://lqes.iqm.unicamp.br/images/vivencia_lqes_monografias_dutra_tratamento_juridico.pdf>. Acesso em: 20 fevereiro 2015.

FARAJI, A. H.; WIPF, P. Nanoparticles in cellular drug delivery. Bioorgan. Med. Chem. v. 17, p. 2950-2962. Instituto de Tecnologia e Estudos de Higiene Pessoal Perfumaria e Cosméticos. Brasil, 2009.

FREI, B. On the role of vitamin C and other antioxidants in atherogenesis and vascular dysfunction. Proc. Soc. Exp. Biol. Med. 222: 196–204, 1999.

GARVIL, M. P.; ARANTES, D. E.; GOUVEIA, C. A. Nanotecnologia em cosméticos e dermocosméticos. São Paulo, 2011.

GOMES, A. P. A. Nanotecnologia aplicada ao tratamento de acne. Lisboa, 2013.

GONÇALVES, L. S.; MEJIA, D. P. M. O Uso da Nanotecnologia na Formulação de Cosméticos. Faculdade Cambury. Disponível em: Acesso em: 04/02/2016 às 15 hs 24 min.

GUAIQUIL, V.; VERA, J.; GOLDE, D. Mechanism of vitamin C inhibition of cell death induced by oxidative stress in glutathione-depleted HL- 60 cells. J. Biol. Chem. 276: 40955–40961, 2001.

HALLIWELL, B. Oxidative stress, nutrition and health. Experimental strategies for optimization of nutritional antioxidant intake in humans. Free Rad. Res. 25: 57–74, 1996.

KRUGER, R. A. Análise da toxicidade e da genotoxicidade de agrotóxicos utilizados na agricultura utilizando bioensaios com Allium cepa. Novo Hamburgo Dissertação de Mestrado em Qualidade Ambiental – Feevale, 2009.

LEE, S.H.; OE, T.; BLAIR, I.A. Vitamin C-induced decomposition of lipid hydroperoxides to endogenous genotoxins. Science 292: 2083 – 2086, 2001.

LEVINE, M.; PADAYATTY, S.J.; ESPEY, M.G. Vitamin C: a concentration-function approach yields pharmacology and therapeutic discoveries. Am Soc Nutr. 2011; 2: 78-88.

LIU, T.Z.; CHIN, N.; KISER, M.; BIGLER, W.N. Specific spectrophotometry of ascorbic acid in serum or plasma by use of ascorbic acid oxidase. Clin. Chem. 28: 2225–2228. 1982.

MAHAN, L. K.; ESCOTT-STUMP, S. Krause: Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 10ª ed. São Paulo: Roca, cáp. 04, págs. 97 e 98, 2002.

MARQUES, L. Proposta de um modelo de análise multidimensional para impactos de novas tecnologias: interações entre nanotecnologia, economia, sociedade e meio-ambiente. Faculdades de Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2008.

MELO, C.; PIMENTA, M. Parcerias Estratégicas: Nanociência e Nanotecnologia. Vol. 09, n° 18, 2004.

MIHRANYAN, A.; FERRAZ, N.; STROMME, M. Current status and future prospects of nanotechnology in cosmetics. Progress in Materials Science, vol. 57, nº875. 2012.

RANK, J; NIELSEN, M. H. A modified Allium test as a tool in the screening of genotoxicity of complex mixtures. Hereditas, v. 118, p. 49-53, 1993.

RIBEIRO, C. A. O.; REIS FILHO, H. S.; GROTZNER, S. R. Técnicas e Métodos para Utilização Prática de Microscopia. São Paulo: GEN - Grupo Editorial Nacional, Editora Santos 1: 440, 2012.

SALLES, C. Vitamina C: a nova e mais eficiente versão do ativo que trata rugas e manchas. Disponível em: < http://boaforma.abril.com.br/beleza/vitamina-c-a-nova-e-mais-eficiente-versao-do-ativo-que-trata-rugas-e-manchas/>. Acesso em: 03//06/2017 às 18:03h.

YOUSEF, M.I.; AWAD, T.I.; ELHAG, F.A.; KHALED, F.A. Study of the protective effect of ascorbic acid against the toxicity of stannous chloride on oxidative damage, antioxidant enzymes and biochemical parameters in rabbits. Toxicology 235: 194–202, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.