EFEITOS COLATERAIS ATRIBUÍDOS AO USO INDEVIDO E PROLONGADO DE BENZODIAZEPÍNICOS

Bianca Silva Nunes, Fernando Medeiros Bastos

Resumo


RESUMO: O uso indevido e prolongado de benzodiazepínicos acentua de maneira clara seus efeitos colaterais, que podem ser evitados quando usados de maneira correta. O objetivo deste trabalho foi destacar os efeitos colaterais provocados pelo uso indevido e prolongado de benzodiazepínicos, com base em uma revisão da literatura e suas características farmacocinéticas e farmacodinâmicas. Foram utilizados como fonte de estudo, informações de artigos das plataformas SCIELO e LILACS, além de livros, revistas e trabalhos científicos em sites de Universidades. Os benzodiazepínicos são medicamentos que em geral, têm rápido início de ação e são considerados seguros em relação a outros ansiolíticos pelo baixo risco de intoxicação, porém seu maior problema se deve a capacidade de causar dependência, devendo ser evitado seu uso prolongado. Portanto, o presente trabalho mostra de forma clara e objetiva os efeitos colaterais que os benzodiazepínicos provocam, servindo como meio de informação e alerta tanto para profissionais da saúde, quanto para os as pessoas que fazem o uso desses medicamentos, promovendo uso racional de benzodiazepínicos.

 

Palavras-chave: Benzodiazepínicos.  Efeitos colaterais. Uso prolongado

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, B. D. A.; MACHADO, K. L. Benzodiazepínicos: uso crônico e dependência. 30 f. Monografia ( Especialização em farmacologia) , UNIFIL -Centro Universitário Filadélfia,

Londrina, 2012. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2015.

ANDREATINI, R.; BOERNGEN- LACERDA, R.; ZORZETTO FILHO, D. Tratamento farmacológico do transtorno de ansiedade generalizada: perspectivas futuras. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v. 23, n.4, p.233-42, 2001.Disponível em: . Acesso em: 8 set. 2015.

BARROS, A. M.; TAVARES, R. R.; PARTATA, A. K. A importância do farmacêutico no controle e dispensação de benzodiazepínicos. Revista Científica do ITPAC, Araguaína, v.2, n.4, p. 13-16, 2009 Disponível em: . Acesso em 15 set. 2015.

BERNIK, M. A. Benzodiazepínicos: quatro décadas de experiência. 4. Ed. São Paulo: Edusp, 1999, 242 p.

BRUNTON, L. L.; CHABNER, B. A.; KNOLLMANN, B. C. As bases farmacológicas da terapêutica de Goodman e Gilman. 12. Ed. Porto Alegre: AMGH, 2012, 2112 p.

CALAIS, G. S. P.; GARCIA, G. C. RONCHINI, M. A. K.; PEREIRA, R. F.; LIMA, S. O.; CALDEIRA, T. R. Transtornos de ansiedade. Saúde e Economia, Ano 5, n. 10, 2003 Disponível em: < http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/7ba7468042d57c75ad4caf348b3626d1/saude_economia+10+2013.pdf?MOD=AJPERES>. Acesso em: 30 ago. 2015.

CONSTANTE, J. O. O perfil de uso de benzodiazepínico por usuários de uma unidade de estratégia de saúde da família de uma cidade do sul de Santa Catarina. Disponível em: . Acesso em: 21 set. 2015.

FORSAN, M. A. O uso indiscriminado de benzodiazepínicos: uma análise crítica das práticas de prescrição, dispensação e uso prolongado. 25 f. Trabalho de conclusão de curso (Espacialização em Atenção Básica em Saúde da Família), UFMG-Universidade Federal de Minas Gerais, Campos Gerais, 2010. Disponível em . Acesso: 30 ago. 2015.

GONÇALVES, A. L. Abuso de benziodiazepinas nos transtornos de ansiedade. 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2015.

KATZUNG, B. G.; MASTERS, S. B.; TREVOR, A. J. Farmacologia básica e clínica. 12. ed. Porto Alegre: AMGH, 2014, 1205 p.

LACERDA, R. B. et al., Avaliação da orientação médica sobre os efeitos colaterais de benzodiazepínicos. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v.26, n.1, p.24-31, 2004. Disponível em: < www.scielo.br/pdf/rbp/v26n1/a0 8v26n1.pdf>. Acesso em: 25 set. 2015.

LIEBERMAN, J. A.; TASMAN, A. Manual de medicamentos psiquiátricos. 1. Ed. Porto Alegre: Artmed, 2006, 280 p.

MEDEIROS, P. V. Prescrição de benzodiazepínicos em centro de atenção primária a saúde na cidade de Florianópolis. Disponível em: . Acesso em: 18 abr. 2015.

MENDES, K. C. C. O uso prolongado de benzodiazepínicos – uma revisão de literatura.26f. Monografia (Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família) - Núcleo de Educação em Saúde Coletiva, Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Minas Gerais, Pompéu, 2013. Disponível em: < https://www.nescon.medicina.ufmg.nr/biblioteca/imagem/ 4077.pdf>. Acesso em: 12 set. 2015.

NETO, M. A. S.; AMARAL, G. A. Análise e caracterização de benzodiazepínicos. Barra do Garças-MT, 2009 Disponível em: . Acesso em: 18 set. 2015.

NETTO, M. U. Q.; FREITAS, O.; PEREIRA, L. R. L. Antidepressivos e benzodiazepínicos: estudo sobre o uso racional entre usuários do SUS em Ribeirão Preto-SP. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada, Araraquara, v.33, n.1, p.77-81, 2012. Disponível em: < serv-bib.fcfar.unesp.br/seer/índex.php/Cien-Farm/article/ viewFile/1777/1777>. Acesso em: 25 set. 2015.

NORDON, D.G; HUBNER, C.K. Prescrição de benzodiazepínicos por clínicos gerais. Diagnóstico e Tratamento, São Paulo, v.14, n.2, p.66-9, 2009.

ORLANDI, P.; NOTO, A. R. Uso indevido de benzodiazepínicos: um estudo com informantes-chave no município de São Paulo. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto v.13, n. especial, p. 896-902, 2005 Disponível em: . Acesso em 30 ago. 2015.

PINTO, C. A. Abordagem do uso indiscriminado de benzodiazepínicos em idosos no município de Lajinha-MG. 23f.Monografia (Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família) Núcleo de Educação em Saúde Coletiva, Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Minas Gerais, Governador Valadares, 2013. Disponível em: < https://www.nescon.medicina.uf mg.br/biblioteca/imagem/4523.pdf>. Acesso em: 01 out. 2015.

RANG, H.P.; DALE, M.M. Farmacologia. 6 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

SCHATZBERG, A. F.; COLE, J. O.; DEBATTISTA, C. Manual de psicofarmacologi a. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

SILVA, R. S. Atenção farmacêutica ao uso indiscriminado de benzodiazopínicos.52f Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) Curso de Farmácia, Centro Universitário Estadual da Zona Oeste, Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.